Workshop Mapeando o Corpo: práticas para a partilha do sensível nas representações do corpo

Mapeando o corpo é uma prática que se associa aos (des)envolvimentos da performance, com o intuito de instigar possibilidades de representação de afetos e de partilhas sensíveis nos processos de criação artística. Por sua natureza cartográfica, o mapeando o corpo facilita a arqueologia corporal desvendando topografias simbólicas, possibilitando o acesso a um tipo de registro sistêmico: o dos arquivos corporais ligados à materialidade e à imaterialidade do(s) corpo(s) engajados em criação.
Os encontros acontecerão nos dias 24 e 25 de Maio, entre as 14h e 18h, completando uma carga horária de 8 horas. No primeiro dia trataremos de entender como a prática se configura, individual e coletivamente, e iniciaremos o processo de investigação, por meio da prática de mapeamento corporal. No segundo dia, faremos um mergulho profundo, tecendo o processo de mapeamento com procedimentos indicados por estudos do corpo e da performance - Viewpoints (Anne Bogart e Tina Landau), Teatro Imagem (Augusto Boal), Noções sobre a Quinesféra na Teoria do Movimento (Rudolf Laban), e Corpo Arquivo (André Lepecki) - usando como pano de fundo a temática do encontro. 
Material necessário: roupa confortável para trabalhos no chão; papel e caneta para anotações; mapas da cidade que possam ser cortados, riscados desmontados; tesouras; retalhos de tecidos.
Sobre a ministrante
Adriana Miranda Cunha é doutoranda em Teatro pelo Programa de Pós-graduação em Teatro (PPGT) na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC); obteve seu título de mestre em Teatro em Educação, Terapia e Ativismo pela Witwatersrand University - Wits School of Art (WSOA) - South Africa (2015) onde foi ganhadora do prêmio Pieter-Dirk Uys Theatre for Social Change na Faculdade de Humanas pelo memorial-performance "A luta continua". É graduada em Licenciatura em Artes Cênicas pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) - Brasil (2011); e participou da formação continuada em Análise do Movimento no Sistema Laban-Bartenieff pelo Centre Nacional de la Danse (CND) - França (2013). Tem experiência na área de arte-educação com ênfase em gênero, diversidade e direitos humanos. Atua como pesquisadora em questões ligadas à performance, políticas do corpo, corporeidade e subjetividade.
O evento é promovido pelo projeto de cultura Experimentextos

  • Fichas de inscrições

    • Workshop Mapeando o Corpo: práticas para a partilha do sensível nas representações do corpo de 13/05/2018 08:00:00 até 25/05/2018 23:59:59    [Consultar Inscrição]
Banner NTI